esquecer um amor

Esquecer um Amor

Muitas vezes você investe muita energia dentro de um relacionamento, você acredita muito que aquilo vai dar certo, você faz de tudo e a relação naufraga, nessa hora seria o momento de você virar a página e conseguir se desvencilhar do apego que criou em relação àquela pessoa, mas nem sempre isso ocorre de forma tranquila. Pois às vezes é difícil esquecer um amor.

Esquecer um Amor – O que noto é que as pessoas confundem muito apego com amor:

O apego, tem essa característica meio doentia que as pessoas muitas vezes confundem com amor, muitas vezes as pessoas se apegam nas outras, porque aquela pessoa supre uma carência dela, algum tipo de carência… tem pessoas, por exemplo, que querem alguém que cuide, alguém que tenha uma postura às vezes até de mãe, às vezes até tem pessoas que veem uma relação que é algo totalmente doentio, um amor que é totalmente doentio, como algo satisfatório para ela, porque ali ela se sente amada, com aquela doença, porque ela teve uma ideia, às vezes na infância de que amor era isso porque assistiu o pai ou a mãe terem esse tipo de comportamento e isso cria um apego baseado até em traumas familiares e ai complica a tarefa de esquecer um amor.

Existem os amores que não deram certo e que mesmo assim, as pessoas não conseguem se desapegar e existem os amores que não estão dando certo e que as pessoas não conseguem por um ponto final, eu diria que esse texto sobre esquecer um amor serve para os dois casos.

                          

ESQUECER UM AMOR – PRIMEIRO PONTO:

Observar se aquilo que você sente é amor ou é apego? Quando você estava com essa pessoa ou agora se você ainda está com essa pessoa você se sente feliz? Você se sente completo? Você se sente pleno? Você consegue se imaginar ou conseguia se imaginar que você ia ficar com aquela pessoa sempre? Que aquela pessoa realmente era alguém que tinha a ver com você?

Porque muitas vezes, quando a gente observa que não tem uma dessas características, ou seja, você não se sentia tão feliz assim, às vezes aquela relação era realmente um apego, não era uma relação que te completava.

Não que nós vamos procurar o outro para nos completar, eu estou dizendo completar, no sentido de ser uma relação, onde existe afinidade, somos seres que devemos ser inteiros em si mesmos, e esse é um dos grandes problemas que as pessoas encontram em relacionamentos, que é elas irem buscar dentro do outro, um buraco que elas não têm e esse é um dos motivos pelo qual as pessoas não  se desapegam, estão na verdade vampirizando o outro e ai para que esquecer um amor, uma vez que aquilo alimentava uma carência que ela não consegue mais ver onde suprir.

Às vezes você não tem uma qualidade, por exemplo, você pode ser alguém que não se sente seguro em si mesmo, aí você encontra uma pessoa que se sente segura, que confia em si, aí você fica com aquela pessoa porque aquela pessoa tem algo, que você nunca conseguiu ter e quando você está com aquela pessoa, você se sente daquela maneira. Muitas pessoas não se amam verdadeiramente e aí o que que elas vão buscar no outro é isso: o amor que elas mesmas não têm.

Para essas pessoas normalmente nenhum relacionamento vai ser satisfatório. Por quê? Porque o fundo do problema da pessoa é ela não se amar, então ela precisaria primeiro se amar, para daí poder se relacionar positivamente com os outros. Porque se ela não se ama ela vai ser sempre um estorvo na vida das pessoas, ela vai ser sempre uma pessoa insegura, sempre uma pessoa criando questões na relação.

Ela sempre vai ver algum problema, o outro não gosta tanto dela, por mais que o outro demonstre que gosta dela, ela sempre vai achar que não gosta porque ela mesma não se gosta, seu inconsciente vai falar: “poxa se eu não me gosto, se eu não sou boa o suficiente pra me amar porque que o outro vai gostar de mim”.

O apego começa, não quando termina, o apego começa normalmente durante a relação, é claro que existem exceções, tem pessoas que só começam a gostar dos outros depois que termina, são aquelas pessoas que quando não podem ter e que quando o outro termina a pessoa logo sente: “ah…. eu amo tanto fulano e agora não tenho mais…”, isso não é amor, é ego, é orgulho… e sim: APEGO.

Porque a outra pessoa que começa a gostar mais depois que acaba não consegue aceitar, que uma outra pessoa, seja capaz de a rejeitar, e isso mexe com o ego e a pessoa fica obcecada naquela situação egóica, e não de amor, e é capaz ás vezes até, de prejudicar o outro, porque ela quer provar para o ego dela que ela consegue ter de novo aquele ser, que um dia não a quis mais.

Essa situação é extremamente comum, muito problemática e existem muitas pessoas que vivem a vida inteira nesse padrão, só gostam quando levam um fora, só gostam quando é difícil, e isso são questões do ego em desequilíbrio, e são muito interessantes de serem trabalhadas, inclusive com Terapia Floral porque são questões realmente de fino trato, são questões que a gente tem que ir ali fundo, às vezes está no Mapa Astral essa tendência ao apego doentio ou em padrões antigos de relação com Pai e Mãe.

Caso tenha interesse em agendar uma consulta de Terapia Floral comigo basta clicar no link abaixo:

Agendar Terapia Floral

ESQUECER UM AMOR – SEGUNDO PONTO:

Então terminou uma relação, passou, acabou, já deu o período do luto o que devemos fazer?

Você quer mesmo esquecer um amor?

Então não vá ficar falando da pessoa para os outros, pare de comentar com os outros, ”olha fulano a gente acabou”, peça para os amigos não ficarem comentando mais, se você tem uma relação com o outro que tinha mil álbuns de fotografia, facebook com fotos juntos, a pessoa no seu facebook, deleta essas coisas, avisa a pessoa que você vai se afastar, se você vê que está tendo essa dificuldade, que você prefere não falar mais, corta. Tudo que lembrar tira da frente, qualquer coisa que lembrar suma com ela, faça uma doação do valor da aliança para um centro de ajuda ao próximo por exemplo.

É aquela estória cortar o mal pela raiz, uma questão de nó górdio, é claro que se você termina numa boa com uma pessoa e ficam amigos não existe necessidade de fazer isso. Se você terminou e desapegou e ambos entenderam que aquilo não era mais positivo, você não precisa cortar a pessoa, não precisa esquecer um amor, inclusive aquela relação pode se tornar uma amizade, normalmente quando era um amor saudável, uma paixão, uma coisa que não foi pra frente, é isso que acontece.

Esses términos que ficam difíceis, são justamente porque tinha alguma coisa um pouco negativa demais ali no meio. Porque mesmo que você tenha tido um grande amor pela pessoa, e aquilo não deu certo, você vai desejar o bem para ela se era mesmo um amor.

Você vai falar assim: “bem… amei essa pessoa, ou pode ser que até ame ainda, mas eu quero que essa pessoa seja feliz, até por esse amor que eu sinto…”

É difícil isso muitas vezes, porque as pessoas ficam com o apego, com a posse, por isso que eu disse no começo, que é muito importante diferenciar o que é amor do que é apego, porque misturam demais esses dois sentimentos.

Repare as músicas que escutamos hoje em dia falando de amor, as que mais fazem sucesso são todas de apego e tem aquela coisinha: “eu queria você não quis, agora eu também não quero mais…!”, e isso vende que é uma maravilha por quê? Porque as pessoas estão muito assim, agem muito dessa maneira, então elas se identificam com isso e adoram ouvir.

Quem nunca foi abandonado? São raras as pessoas que nunca foram abandonadas, e aí essa pessoa que já foi abandonada se não tem um ego bem resolvido um dia ela também quer dar o troco e dizer: “agora eu não quero mais” e isso a gente escuta desde músicas mais populares de hoje em dia, até músicas clássicas como Chico Buarque, esse é um tema muito usado.

ESQUECER UM AMOR – TERCEIRO PONTO:

Está difícil esquecer um amor? Está pensando demais na pessoa? Está sábado à noite sozinho pensando na pessoa?…. vai fazer alguma coisa bacana que lhe dê prazer, ou se você não consegue ficar em casa sozinho, se você é uma pessoa que não gosta da sua própria companhia e se você ficar vendo um filme ou lendo um livro isso vai te dar um pavor de solidão enorme, de estar sábado em casa, sai com um amigo, vai fazer alguma coisa, vai espairecer sua mente. Outra coisa boa é meditar, orar… ouvir músicas leves (sem ser de apego).

Tome o cuidado de não sair já buscando um novo amor, têm pessoas que acreditam muito naquela frase que a Rita Lee canta: “Doença de amor só cura com outro.” Eu diria que talvez doença de amor só cure com outro em um último plano, mas não no começo.

Por quê? Porque no começo pode ser até pior, porque se você gosta mesmo de alguém e você está com uma dificuldade de esquecer um amor, se você ficar com uma pessoa pode ser uma fonte de comparação terrível, e aí você vai ficar com outra pessoa e você vai falar: “nossa com ele era melhor”, ”ele tinha um cheiro melhor”, “eu gostava mais do jeito dele”, “eu combinava mais”, “a situação era melhor”. Pronto aí você vai para o fundo do poço, porque aí você vai concluir: “nossa nunca vou encontrar alguém, meu Deus… e agora? Que preguiça até eu encontrar uma outra pessoa…”.

Um determinado período de luto, pode ser natural, e às vezes é interessante que você  não fique naquela ansiedade de já sair ficando e procurando outras pessoas, principalmente se aquela relação foi muito intensa, se realmente aquela relação tinha sentimento.

Porque as pessoas não são substituíveis ao ponto de você já conseguir em outro dia se apaixonar por outra pessoa, naquela gana de: “deixa eu substituir logo”; tem muitas pessoas que fazem isso, terminam um relacionamento e para não ter que encarar a sua própria solidão e ficar consigo mesmas quando terminam uma relação já tem que arrumar outra, “porque eu não vou aguentar ficar comigo mesma, então deixa eu já tapar o buraco com um outro ser humano para matar a minha carência, senão eu não vou me aguentar sozinha”, isso acontece demais e piora a situação, porque muitas vezes você envolve um outro ser humano na sua energia e você não está aberto ainda; depois você vai ter que chegar para esta pessoa e falar: “olha eu não estava bem preparado ainda para isso, tentei tapar um buraco, mas isso não aconteceu…”, e aí você magoa alguém sem querer.

Existe um tempo para a famosa fila andar, então essa dica que muitos dão, já correr atrás e a fila anda, é muito delicada, isso só é algo positivo e algo a ser buscado, depois que já passou esse luto, que você já está gostando de ficar bem consigo mesmo e apreendeu tudo que aquela relação lhe ensinou, para você não ir para uma nova relação com os mesmos vícios e com o coração tomado.

 

ESQUECER UM AMOR – QUARTO PONTO:

Aí vem a coisa que eu acho que é mais importante para esquecer um amor,  para você liberar uma relação e esquecer uma relação que não deu certo, seja ela uma relação do passado ou uma relação que está ocorrendo.

Por quê? Tente entender porque essa relação não deu certo?

Esquecer um Amor – Anote no papel:

Porque não deu certo? O que da minha parte poderia ter feito melhor?

Não jogue só a culpa no outro porque a gente tem mania de dizer: “aí não deu certo porque o outro era isso, porque o outro era aquilo, aí a gente tem uma lista enooorme….”. O outro que era nosso amor, se torna a pior pessoa do mundo, isso acontece muito, as pessoas literalmente: cuspindo no prato que comeram.

Coloque em um papel tudo que você fez que colaborou para a relação não dar certo. “Eu fui assim, isso aqui eu busquei assim, a outra pessoa por outro lado fez isso…”.

Ver onde o outro errou não vai servir tanto, porque o outro é o outro e ele só vai mudar quando ele quiser, mas você, tudo aquilo que a relação te ensinou, ou seja, tudo que você errou naquela relação, pode servir para que na próxima relação você não cometa os mesmos erros e consequentemente isso pode ser um impulso para você de certa maneira se sentir mais feliz e liberar essa relação.

Por quê? Porque essa relação te fez crescer, na medida em que você olhou para esses erros e viu: “puxa essa relação não deu certo e eu tive colaboração com isso, porque eu cometi tais e tais erros”. Talvez você sinta esse impulso de felicidade por falar: “mas eu aprendi, e agora eu não vou mais fazer isso… “ e você pode sair mais forte, mais feliz, porque aquela relação apesar de não ter dado certo até que a morte nos separe, ela deu certo por um tempo e ela te fez crescer em algum ponto.

O grande problema muitas vezes é que as pessoas terminam os relacionamentos jogando a culpa só no outro, só o outro é culpado, só o outro errou, já saem querendo colocar uma outra pessoa no lugar, elas nem veem onde elas erraram nesse relacionamento e vão acumulando, vão substituindo um por outro, sem nunca ver o que elas erraram, sem nunca crescer e aí vão repetindo relacionamentos que não dão certo, sempre pelos mesmos motivos, porque são padrões delas que elas não querem transformar e que elas não estão querendo nem ver, porque elas estão preferindo jogar a culpa no outro e rapidamente já correr para outra pessoa, para suprir a carência… e ai segue um ciclo sem fim…

Esquecer um Amor – Importante:

Fiquem bem atentos com essa dinâmica, terminou a relação, está tendo dificuldade de esquecer um amor além do normal, além do luto natural de você ter terminado um amor:  FAÇA A LISTA.

O que eu tenho que aprender com isso? Onde eu errei? Não vou mais fazer isso no próximo relacionamento e deseje o bem para o outro….uma das melhores coisas para esquecer um amor é desejar luz…paz…amor ao outro.

Se nem fazendo isso você conseguir peça liberação para o outro, imagine o outro longe, uma técnica boa também para esquecer um amor: imagine o outro indo longe, longe, longe… sendo feliz, por mais que seja difícil imaginar o outro abraçando outra pessoa, amando outra pessoa, realmente vivendo a vida dele da forma que não conseguiu viver com você, faça esse exercício também, porque muitas vezes as pessoas se prendem pela posse e ai complica mais ainda para esquecer um amor.

Às vezes a pessoa já nem gosta mais, mas simplesmente não quer liberar o outro, porque imaginar o outro sendo feliz com outra pessoa já dá uma pane, então faça esse exercício de liberação, porque quando você prende o outro, você fica preso.

Existem pessoas que no desespero vão tentar fazer amarração para o outro voltar, essas pessoas: elas que ficam presas, porque inevitavelmente o feitiço volta para o feiticeiro, não tem jeito, o que você faz para o outro, volta para você, isso é uma lei do Universo, você fez uma amarração para o outro, quem vai ficar amarrado é você, e não tenha dúvida, às pessoas que já fizeram isso é só olhar que vão ver que a coisa voltou para si.

A pessoa tem que estar com você, porque ela te ama verdadeiramente, porque ela gosta da sua companhia, porque ela tem afinidade com você, porque vocês se complementam, porque vocês tem uma causa real de estarem juntos.

Então fiquem muito atentos com soluções fáceis: “aí eu vou trazer o outro de volta”, tem gente que faz isso e fica esperando então faz e fica: “a não uma hora vai voltar quem sabe”, e quem fica preso é a própria pessoa.

DICAS PARA ESQUECER UM AMOR:

Esquecer um Amor – Primeira Dica:

  • Não falar mais sobre isso evitar, cortar o assunto, tirar tudo que lembre a pessoa da sua vida pode ajudar a esquecer um amor, pois são coisas a menos para ficar te lembrando.

Esquecer um Amor – Segunda Dica:

  •  Aprender as lições, anote e a partir daí cresça com essas lições, esquecer um amor é sempre mais fácil quando entendemos o que aquela relação somou em nossas vidas, agradecemos de coração esse aprendizado e viramos a página.

Esquecer um Amor – Terceira Dica:

  •  Orar, imaginar essa pessoa sendo feliz, liberando essa pessoa. Se você não liberar energeticamente a pessoa você também fica preso e fica mais delicado esquecer um amor.

Esquecer um Amor – Quarta Dica:

  •  Pedir para o seu Eu Superior. Aceitar que aquilo está indo além da conta e pedir com firmeza para o seu Eu Superior, que é a sua Alma, para te liberar dessa energia de apego. Esquecer um amor muitas vezes requer puxar essa força da Alma e do alto mesmo.

Achei importante escrever esse texto sobre esquecer um amor, para quem sabe ajudar as pessoas que estão passando por esse momento delicado em suas vidas.

Namastê! (O Deus em mim saúda o Deus em você!)

Esquecer um Amor – Podcast e Vídeo:

Receba as novidades:

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Paula Pires

Aguarde Enviando

Deixar um comentário

Helena

01 fev, 2015

Esse texto foi feito exclusivamente para mim!!! Demais….Parabéns…Obrigada Deus!!

Kátia

27 Maio, 2015

Adorei as verdades expostas nessa leitura.. assim nós motiva a nos conhecer melhor e nos tornamos pessoas melhores. Obrigada

Alexandre de Souza Ferreira

11 jul, 2015

O que acontece realmente é que passamos por isso diversas vezes e quando nos deparamos com o fim, vem aquela famosa dor no coração que nos deixa loucos da vida, na verdade o prazer de estar com quem amamos é que causa essa dependência, porém se seguirmos os passos acima desapegamos com toda certeza. O fato é que nunca devemos amar alguém mais do que nós mesmos.

Renata candido

08 nov, 2015

Realmente tudo o que foi dito é pura verdade e me serviu para entender algumas coisa que não queria enxergar. Muito bom… acho que agora vou conseguir ir adiante sem ficar pensando no que passou. Obrigada!

Jsir

31 dez, 2015

Bom dimais pura verdade,conheci de com minha história ,agora vou praticar algumas dessas frases verdadeiras que pode me ajudar.

ROSANGELA

14 jan, 2016

ME IDENTIFIQUEI DEMAIS COM ESSE TEXTO,POIS SOU DE TOURO MUITO POSSESIVA, MAS AGORA QUERO ME LIBERTAR.POIS SOFRO DEMAIS,NAO ACEITO PERDER.E A VIDA NAO E ASSIM NÉ?

Fábio

08 abr, 2016

Boa Tarde!
Disse tudo nesse texto, está me ajudando muito nesse momento difícil. Eu, amo uma pessoa mas infelizmente não deu certo, quero que ela seja muito feliz, pois ela só somou na minha vida e me fez uma pessoa melhor, aprendi muito com ela,mas nem sempre as coisas acontecem como agente imagina e o relacionamento leva uma outra direção, mas me sinto muito feliz, por ela ter feito parte da minha vida e sei que fomos muito felizes e isso é o mais importante.

Ana

22 jul, 2016

Eu sofro exatamente há 5 meses, n consigo esquecer, ela sempre me liga, as vzs diz que ama, mas n deixa d curtir sua vida, todo final de semana sai numa boa, penso q ja deva estar em outra, mas n tenho certeza. Eu quero esquecer embora amando? Ou tente conquistar esse amor que me pediu um tempo a tanto tempo e hojr vive mto bem? Me ajudem! Estou sofrendo e nao sou do tipo q fico em cima, sou na minha e jamais sou d ir aonde nao me cabe.

Luiza Morais

09 out, 2016

Eu já tenho 7 anos de separação e não consigo esquece-lo e parar de sofrer. Ele já está noivo e de casamento marcado.

Viny

18 dez, 2016

Olha, bem isso mesmo viu.. terminei um namoro, passamos 3 meses separados, voltamos.. Mais nada eh como era.. Nem parece a mesma pessoa.. Soh brigamos, discutimos, nos tratamos mal.. Mais temos sentimentos um pelo outro.. Mais como vc disse, apego nao eh amor.. Seu texto abriu meus olhos, d q nao adianta empurrar com a barriga.. Por mais q exista sentimentos, ma situacao q esta, soh mos maxucamos um ao outro.. Parabens pelo texto.. Espero tomarmos a decisao certa, pq apesar d td, foi mt bom o tempo qq durou, nao qro ter a pessoa como inimiga, mais nao qro me maxucar mais..

Renata

01 jan, 2017

Me separei a 15 dias, está doendo bastante, estou vendo que ele já esta saindo com outras mulheres. Temos um filho juntos e uma relaçao de 21 anos. Sei que tenho que me desapegar mais ta difícil….

A.

03 mar, 2017

Gratidão pelo texto. Encontrei procurando alguma forma de me desapegar. Sabe quando vc até sente-se atraída pelo cara, mas sabe que não dá mais certo e q não o ama mais? Estou assim.
Aí eu tenho altos e baixos, às vezes desapegada, aí quando vejo que tem uma possível mulher na parada eu começo a ficar obcecada por stalkear, etc. Ego puro, mas sei que preciso me libertar e libertá-lo.

Jorge

22 mar, 2017

No meu caso terminamos um noivado por brigas idiotas , motivos banais , como whats app , indiretas em facebook etc . Só que ela mora com o pais e contava as coisas da maneira dela , de forma que ela ficasse como vítima . Resumindo, a família tomou birra de mim e a mandou terminar . Terminamos pelo whats app , depois de termos voltado um dia antes e discutido novamente. Acho que ela me ama, mas não consegue desfazer a birra que a família tomou de mim . Somos dois quarentões , isso o que mais me chateia , deveriamos ser maduros e não fomos .

Eduardo O Alfa

08 abr, 2017

Obrigado, Estou a 4 meses chorando diariamente por um relacionamento que já não tem mais volta, com sua ajuda talvez eu melhore

S. Medeiros

12 abr, 2017

Olá !
Estou vivendo um relacionamento que está muito ruim, o ciumes e a desconfiança tomou conta estamos juntos a 13 anos e o fim parece inevitavel mas não consigo me ver sem ela, tenho crises de choro constante porque o cerebro é maldoso e sempre traz as melhores lembranças pra deixar o coração pior do que já está…..

Daniela

21 Maio, 2017

Ai, gente, dor de perder um amor parece insuportável e que nunca vai passar, mas eu digo, passa sim.Só que temos que entender que eh um processo, a gente não vai superar de uma hora para outra…O que podemos fazer eh ter algumas atitudes que podem nos ajudar…Digo isso porque eu também passei (mais) de uma perda muito dolorosa… Desejo melhoras a todos!

Marcelo

01 jun, 2017

gostei muito do seu texto e das suas dicas obrigado por me confortar nesse momento tao dificil da minha vida. obg.

Luana

01 jun, 2017

Um dos melhores textos que ja li sobre “como esquecer um amor”, parabens pelas palavras e pela forma de conduzi-las, acredito que possa ajudar muito varias pessoas, como tambem me ajudou !

Raquel

28 jun, 2017

Como precisava ler tudo isso. Gratidão!

Paula

28 dez, 2017

O que achei legal é identificar diferenca de apego e amor. Nao dar pra insistir…principalmente se o outro nao quer. Terminamos…gosto dele…to na fase do luto…mas gostei da parte da lista pra identificar meus erros. Agora vida que segue..

dhatyanny

17 fev, 2018

Eu me indentifico seu leitura porque sou um.tipo de pessoa que fica insistindo agte mora junto ja a 4 anos e desde de quando agte namorava agte vive num relacionamento conturbado ele ja aceitou q agte nao da certo ele quer a separaçao e eu ja custo me aceitar eu preciso mt de ajuda

Adriana

14 Maio, 2018

Estou passando uma situação muito chata. Eu e. Ele brigamos muito são muitas ofensas .

Erika Furtado

07 ago, 2018

Obrigada pelo texto, foi um dos melhores textos que li sobre o assunto, um texto repleto de paz e amor ao próximo, tornando mais fácil enxergar nossos defeitos e aprender com eles, isso de liberar o outro e a nós mesmos nos faz alimentar uma energia boa dentro de nós, sem culpa e sem mágoas… e imaginar a felicidade do outro traz uma grande paz.

Paula Pires

27 ago, 2018

Linda a sua msg Erika, adorei, obrigada pelo feedback. abs

Jessica

23 mar, 2019

Que texto maravilhoso! Passei e passo por isso agora. Ler todos os passos me ofereceu uma paz em relação ao que eu estou vivendo. Gostamos muito um do outro, porém a convivência juntos, se desgastou demais. Terminamos, temos um filho e hoje só quero lembrar dele com carinho, desejar a ele o melhor. Muito a se refletir com esse passo a passo tão puro. Parabéns e obrigada!

Paula Pires

29 mar, 2019

Linda a sua mensagem, agradeço de coração o seu feedback. Abs

Dyanna

08 out, 2019

Vivo no limite com alguém que diz me amar ,mais prova o contrário todos os dias.Eu não consigo desapegar.


Receba Novidades

Cadastre-se e receba novidades
Aguarde Enviando

Facebook